Qualidade acima de tudo! Medir temperatura, pH e TPM de alimentos auxilia a alcançar certificação HACCP.

Clique aqui e veja como nossos produtos podem ajudar.

Uma grande revolução vem acontecendo na indústria de alimentos em busca de alcançar o mais alto teor de qualidade para conquistar cada vez mais consumidores.

Essa revolução começou através de consumidores que passaram a observar nos alimentos, uma série de fatores como por exemplo: sua composição, sua forma de manipulação, seu frescor e validade em se tratando de alimentos semi acabados, aqueles que a dona de casa compra para terminar de preparar em casa e alimentos acabados, aqueles que se tira da embalagem e se consome diretamente.

Atenta as exigências, a indústria de alimentos vem se atualizando e modernizando seus processos de fabricação e manipulação e é comum assistir a comerciais de TV, que expõe uma linha de produção com funcionários uniformizados com os mais variados instrumentos de medição, garantindo que as informações que estão nas embalagens são reais e que a qualidade do alimento é a mais alta.

Alguns restaurantes também fazem suas medições por exigência da lei e buscam essa qualidade porque sabem que o cliente fica fidelizado quando isso é demonstrado.
HACCP (Hazard Analisys Critical Control Points), APPCC (Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle) no Brasil, é utilizada na indústria alimentícia, justamente para alcançar essa alta qualidade e a importância de se obter a certificação tem tomado espaço cada vez maior.
Medições são o grande passo para isso, saber a temperatura de uma carne a ser manipulada é importante para mante-la em seu melhor estado de conservação até chegar as mãos do consumidor por exemplo, no entanto, não basta saber apenas a temperatura, é preciso ir além.

Existem instrumentos de medição que vão muito além do simples termômetro, com medidores de pH (índice de acidez) e TPM (Total de Materiais Polares) entre outros, que auxiliam a indústria de alimento a alcançar essa qualidade.
Mas, qual é a importância de se medir temperatura, pH e TPM em alimentos?

O monitoramento para se obter a segurança alimentar.
Uma das causas mais freqüentes de intoxicação alimentar é refrigeração inadequada ou aquecimento dos alimentos e ainda seu preparo de maneira inadequada.

Medir o pH de um alimento, seja durante sua manipulação ou após sua fabricação, determina como deverá ser o ambiente de seu armazenamento, seu transporte, sua validade e seu consumo, fazendo a indústria colocar a disposição do consumidor instruções nas embalagens, para o término de preparo ou consumo no tempo certo e para o revendedor, a forma de armazenamento e disposição nas prateleiras.

Medir TPM (Total de Materiais Polares) de óleos para preparo de alimentos, determina o ponto máximo de uso daquele óleo, evitando saturação e deixando o alimento preparado ali adequado ao consumo.
Nos restaurantes a importância dessas medições, é exatamente a mesma porque eleva a qualidade do alimento ofertado ao consumidor e consequentemente suas vendas.

Fonte:

Chefe Marcelo Santos

EU42