af_job_7322

NOx 2008: as regras para os navios poluírem menos

Os carros são considerados grandes poluidores do meio ambiente, principalmente quando o assunto é a poluição do ar. Como utilizam combustíveis, a emissão de carbono (Co2) na atmosfera é inevitável. No entanto, esse tipo de contaminação não acontece apenas por terra. Os navios, normalmente movidos a motores que funcionam com diesel, também são bastante poluentes.

Por esse motivo, foi preciso a criação de uma norma para regulamentar a emissão de dióxido de carbono no ar. As Regras para a Prevenção da Poluição do Ar por Navios entraram em vigor internacionalmente em 19 de maio de 2005. A norma prevê a obrigatoriedade de cumprimento dos requisitos do “Código Técnico sobre o Controle de Emissão de Óxidos de Nitrogênio Oriundos de Motores Diesel Marítimos (NOx Technical Code)”.

O objetivo do código NOx é estabelecer parâmetros obrigatórios para testes, vistorias e certificações de motores diesel marítimos. Deste modo, os fabricantes e proprietários de navios poderão garantir que todos os motores cumpram os limites de quantidades de NOx especificados na Regra 13, do Anexo VI, da MARPOL 73/78.

Com o objetivo de facilitar a medição de gases de navios e outros tipos de embarcações, a Testo criou o 350 Marítimo, o único analisador de gases portátil do mundo. O aparelho possui homologação para uso a bordo dos navios, de acordo com o anexo VI MARPOL e com o código técnico de análise de gases NOx 2008.

É válido lembrar que além de colaborar para o meio ambiente e manter a embarcação dentro dos limites de emissões permitidos em lei, a análise da combustão também pode resultar em economia de combustível.