blog testo do brasil Intensidade Sonora

Intensidade Sonora

Clique aqui e veja como nossos produtos podem ajudar.

O som que ouvimos são ondas sonoras produzidas por vibrações de partículas do meio. Por exemplo, ao acontecer uma explosão num dado ponto, as moléculas do ar em volta desse ponto são comprimidas e vão propagando ao longo dos meios materiais. O nosso ouvido, ao ser atingido por essa onda sonora, possui a capacidade de converter a variação de pressão no ar em estímulo nervoso, o qual, quando alcança o cérebro, nos passa uma sensação auditiva, o som. A onda sonora pode ser um ruído como a do exemplo citado ou um som musical, produzido pela vibração periódica de uma fonte.

A classificação do som como forte ou fraco está relacionada ao nível de intensidade sonora, medida em watt/m². A menor intensidade sonora audível ou limiar de audibilidade possui intensidade I0 = 10–12 W/m². A relação entre as intensidades sonoras permite calcular o nível sonoro do ambiente que é dado em decibéis. Em virtude dos valores das intensidades serem muito pequenos ou muito grandes, utiliza-se as noções de logaritmos capazes de calcular níveis sonoros.

A exposição a níveis sonoros superiores a 80 dB pode causar lesões irreparáveis ao aparelho auditivo, ocasionando desvios de personalidade, como fadiga, neurose e até psicoses.
Para níveis superiores a 120 dB, a sensação auditiva é uma sensação dolorosa.

Em ambientes de trabalho, os níveis de ruídos devem ser medidos a fim de preservar a saúde dos trabalhadores. Caso estes níveis estejam fora das tolerâncias, protetores auriculares devem ser utilizados.

Fonte: mundoeducacao