af_job_7384_foto_blog1

Controle de volume é necessário para equipamentos automotivos

A poluição sonora é uma realidade em diversos distritos industriais e também em centros urbanos das grandes cidades do Brasil. Nas regiões dominadas pela indústria, os ruídos são gerados pelo maquinário que trabalha na produção dos produtos. Em âmbito nacional, a emissão de altos ruídos é considerada crime ambiental, por este motivo, as empresas realizam o controle de volume dos equipamentos que opera.

No entanto, não são apenas as zonas industriais que sofrem com o barulho. A tendência de instalar aparelhos de som automotivos altamente potentes nos carros faz com que esse problema seja comum em diversas áreas. Para tentar coibir que os proprietários desses veículos deixem o som ligado no volume máximo, diversos estados e municípios têm criado leis que resultam até mesmo em multas. De modo geral, elas permitem que o som emitido seja de até 80 decibéis durante o dia e até certo horário da noite esse número é reduzido gradativamente.

Esse tipo de medida tem agradado a população, que costuma reclamar dos carros que ficam com o som ligado até tarde da noite. Por outro lado, os integrantes da indústria de equipamentos de som automotivo dizem que a fiscalização do controle de volume não é feita da maneira adequada. A reclamação é que muitas vezes falta equipamento para verificar os decibéis, então o proprietário é obrigado a diminuir o volume ou mesmo desligar o aparelho de som sem ter a certeza se estava ou não de acordo com o que a lei permite.

O setor reforça que não é contra a regulamentação da emissão de som, mas acha necessária uma melhor definição na forma de fiscalização. O controle de volume é necessário para resolver essa situação e pode ser feito facilmente com a utilização de aparelhos de ponta. A Testo possui medidores de nível de som que auxiliam nessa tarefa. Os medidores Testo 815 e 816 são portáteis e práticos para essa atividade. Além disso, eles também podem ser utilizados para a medição de ruído industrial e ambiental em sistemas de ar condicionado e ventilação ou para a medição de som nos locais de trabalho.